FLÁVIO ANTONIALI

  O interesse por construções surgiu aos 17 anos com as visitas feitas na obra da casa que seu pai erguia para a família na cidade de Araçatuba-SP. A execução da obra, tijolo a tijolo, relembrou a infância na qual passava horas criando com o seu brinquedo predileto: blocos de montar da marca Lego. Os cheiros da obra como o cimento dentro da betoneira, a madeira para formas de concreto e a primeira mão de massa corrida e tinta nas paredes somaram sensações a parte.
  Decidido que com construções gostaria de trabalhar, restou escolher entre o curso de arquitetura ou engenharia civil. E assim, na visita ao campus da UEL (Universidade Estadual de Londrina) para as prévias do vestibular de 1999 resolveu seguir a carreira de arquiteto.
  Em Londrina, o contato com arquitetura foi intenso. Já no primeiro ano de faculdade foi apresentado a quatro mestres da arquitetura, e se identificou muito com o princípio “less is more” (menos é mais) de Mies Van der Rohe, com arquitetura clara e sofisticada.
  Após receber o diploma de arquiteto e urbanista no ano de 2004, passou o segundo semestre do ano seguinte em Istambul, estagiando no escritório internacional Proje Mimarlik. Mesmo recebendo o convite para ficar por mais tempo na Turquia, resolveu deixar aquela cultura apaixonante e retornar a sua cidade natal para começar o próprio escritório.
  Em 2006, finalmente conseguiu abrir um espaço para atender os clientes, formado por 1 mesa e 3 cadeiras, e muitas prateleiras vazias para preencher.